v. 30, n. 2 (2010)

Editorial

Neste número da revista Vidya, teve continuidade a implementação de algumas mudanças que se fazem necessárias, de forma a contemplar as exigências da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), para uma melhor qualificação do periódico.

Dentro da proposta editorial deste periódico, que se volta para a divulgação de trabalhos ligados à Educação em suas múltiplas dimensões, encontram-se, mais uma vez, neste exemplar, relatos de pesquisas e de experiências de ensino e aprendizagem, em áreas diversas, apontando para a preocupação de profissionais engajados em esforços para melhorar a qualidade de vida e o conhecimento das comunidades com as quais trabalham.

Neste número, Dirce Stein Backes, Martha Helena Teixeira de Souza, Mara Regina C. T. Marchiori, Adriana Dornelles Carpes, Aline G. Schirmer Pigatto, Amara L. H. Tavares Battistel e Hedioneia Maria F. Pivetta relatam uma pesquisa-ação, desenvolvida com o objetivo de compreender a percepção de docentes, discentes, profissionais e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), em relação a ações educativas integradas, voltadas para a promoção do viver saudável, sob o olhar do empreendedorismo social.

Carin Otília Kaefer, Elisete Soares Traesel e Carla Lizandra Ferreira narram as ações desenvolvidas em um projeto de extensão interdisciplinar, voltado à prevenção da violência contra a criança e o adolescente, desenvolvido junto à comunidade escolar.

Rosângela Inês Matos Uhmann e Lenir Basso Zanon abordam uma experiência de Estágio em Docência no Ensino Superior, vivenciada no primeiro semestre de 2010 junto a uma turma do componente curricular “Bioquímica I”, de um curso de licenciatura em Química e Biologia, e consideram que as reflexões desencadeadas pela realização do estágio contribuíram para o processo de formação inicial e continuada dos envolvidos no trabalho.

Ao investigar como homens e mulheres constroem conhecimentos matemáticos quando submetidos a situações de exclusão social, Valdir Pretto emprega métodos quantitativos e qualitativos para trabalhar com uma comunidade periférica do Sul do Brasil, abordando conceitos de etnomatemática, com apelo à sociologia, à educação e à psicologia do desenvolvimento de Vergnaud.

Também, sobre etnomatemática – no caso, etnomodelagem – é a pesquisa relatada por Giseli Verginia Sonego e Eleni Bisognin, que analisaram a contribuição da Modelagem Matemática em sala de aula, na construção de conhecimentos de Geometria Espacial pelo aluno, sobre o tema “Plantação de Arroz”.

Manoel dos Santos Costa e Norma Suely Gomes Allevato investigam a percepção de algumas professoras polivalentes participantes de um Grupo de Estudo a respeito dos conteúdos de Geometria apresentados em livros didáticos, por elas utilizados, quando do desenvolvimento de atividades com seus alunos.

Finalmente, Emerson Rolkouski, Katia Gonçalves da Silva e Carlos Roberto Vianna relatam uma investigação que buscou compreender as concepções de Geometria de professores de um curso de Licenciatura em Matemática, tomando como fonte de dados as atas e gravações das reuniões do processo de reformulação curricular de um curso de Licenciatura em Matemática.

Mais uma vez, fica aqui o agradecimento aos autores que contribuíram para o lançamento deste número da revista Vidya e aos pareceristas, sempre tão solícitos e responsáveis. A autores e avaliadores deve-se a qualidade da produção aqui apresentada.

Profª. Dr. Helena Noronha Cury

Editora

Sumário

Artigos

Dirce Stein Backes, Martha Helena Teixeira de Souza, Mara Regina C. T. Marchiori, Adriana Dornelles Carpes, Aline G. Schirmer Pigatto, Amara L. H. Tavares Battistel, Hedioneia Maria F. Pivetta
PDF
12
Carin Otília Kaefer, Elisete Soares Traesel, Carla Lizandra Ferreira
PDF
12
Rosângela Inês Matos Uhmann, Lenir Basso Zanon
PDF
12
Valdir Pretto
PDF
12
Giseli Verginia Sonego, Eleni Bisognin
PDF
14
Manoel dos Santos Costa, Norma Suely Gomes Allevato
PDF
10
Emerson Rolkouski, Katia Gonçalves da Silva, Carlos Roberto Vianna
PDF
18