CAMINHADAS PERCEPTIVAS COMO ATIVIDADES DE SENSIBILIZAÇÃO E DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Luciane Carvalho Oleques, Noemi Boer

Resumo


Este artigo é resultado de uma pesquisa cujo objetivo foi sensibilizar escolares sobre a apreciação e a preservação de recursos naturais por meio de posturas corretas em relação ao meio ambiente. A amostra foi composta de 12 escolares do 6º ano do Ensino Fundamental, com idade entre 10 e 11 anos. Para atingir os propósitos deste trabalho, optou-se por caminhadas perceptivas, realizadas em três ambientes distintos e utilizadas como metodologia de educação ambiental. Utilizou-se também um pré e pós-teste referentes às questões ambientais para verificar o conhecimento e as percepções dos escolares sobre o tema de estudo. Das sete questões apresentadas no pré e pós-testes, observou-se uma melhor compreensão do tema nas respostas do pós-teste dos 12 escolares, realizado após as caminhadas perceptivas. Conclui-se que os resultados obtidos com a pesquisa realizada comprovam a eficácia das caminhadas perceptivas como proposta de ensino que contempla o principal objetivo da educação ambiental no que se refere aos aspectos de formação da sensibilidade, de atitudes e comportamentos coletivos em relação ao ambiente.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.