PROCESSO FORMATIVO DE PROFESSORAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL: ANALISANDO AÇÕES SOBRE A LOCALIZAÇÃO E PERCEPÇÃO DO ESPAÇO COM BEBÊS

Sandra Fraga da Silva, Andressa Wiedenhoft Marafiga, Anemari Roesler Luersen Vieira Lopes

Resumo


Este trabalho discute o processo formativo docente com base na análise de ações, abrangendo localização e percepção do espaço em uma turma de Berçário II. As ações decorrem de um curso de extensão sobre geometria e movimentos lógico-históricos de seus conceitos, envolvendo licenciandas e professoras. Utiliza-se a abordagem teórico-metodológica da Atividade Orientadora de Ensino, atrelada à Teoria da Atividade. O processo formativo envolveu estudo do movimento lógico-histórico dos conceitos de localização e percepção espacial como conhecimentos importantes para o ensino de geometria. Conclui-se que a organização do ensino de geometria para a Educação Infantil deve primar pela geometria sensorial, considerando a atividade principal da criança, o brincar, o que pode ser desencadeado por meio de um movimento que promove o desenvolvimento das crianças e propicia aprendizagens ao professor. Identifica-se, ainda, a necessidade de discussões sobre estudo de conceitos geométricos para a organização do ensino de geometria na infância.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37781/vidya.v40i2.3350

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusiva dos autores.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.