ESTRUTURA CURRICULAR DO ENSINO DE ECOLOGIA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR

Sabrina Amaral Pereira, Gionara Tauchen

Resumo


Este estudo tem por objetivo compreender a organização do ensino de ecologia nas Instituições de Ensino Superior, tomando como base os seus componentes curriculares. Para a pesquisa foram selecionados os objetivos e as ementas das disciplinas de ecologia dos cursos de Ciências Biológicas. Os dados foram analisados por meio da Análise de Conteúdo. Para os objetivos obtivemos 3 categorias, com uma preponderância das categorias conceituais, seguido dos conceituais/procedimentais, e com frequência baixa, os atitudinais. Em relação às ementas, encontrou-se 9 categorias, no qual observou-se um direcionamento para o ensino da ecologia dos níveis hierárquicos, ecologia especializada e ecologia aplicada. Também foi evidenciada a valorização do ensino de métodos para pesquisa em ecologia e desenvolvimento do pensamento científico. Concluiu-se que o currículo em ecologia deve ser pautado em um pensamento complexo, que considere as múltiplas interações entre os objetivos e conteúdos contribuindo para o desenvolvimento de competências, garantindo uma formação que permita o estudante atuar nos mais diferentes campos da ecologia.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusiva dos autores.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.