PERCEPÇÕES DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA ACERCA DO CONCEITO DE INCLUSÃO

André Luis Menezes, Roberta Chiesa Bartelmebs, Maurivan Güntzel Ramos, Regis Alexandre Lahm

Resumo


Este artigo é resultado de estudo realizado com 24 professores da Educação Básica que cursam mestrado e doutorado em Educação em Ciências e Matemática em uma instituição de Ensino Superior do Estado do Rio Grande do Sul. Teve por objetivo investigar as percepções docentes acerca do conceito de inclusão. A coleta de dados ocorreu por meio de um questionário online e a análise das respostas baseou-se na Análise Textual Discursiva (ATD). Sobre a temática emergiram três grandes categorias que caracterizam as percepções docentes: Concepções dos professores da Educação Básica acerca do termo inclusão; Concepções do direito à educação ao processo de inclusão e Implicações metodológicas do processo de inclusão Escolar. Os resultados sinalizam a percepção da inclusão escolar nas perspectivas dos seus vários significados, dos aspectos legais e pedagógicos. Também, pode-se depreender sobre a necessidade de capacitação dos professores que contribuam para sua qualificação no âmbito epistemológico, pedagógico e metodológico.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37781/vidya.v36i1.591

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.