A CONTEMPLAÇÃO REALISTA DA EXISTÊNCIA NA PROSA QUEIROSIANA

Marione Rheinheimer

Resumo


O Realismo representou uma mudança no modo de ver e de sentir o mundo, valendo-se da análise de elementos sociais e psicológicos para compor sua temática. De acordo com Eça de Queirós, "é por meio desta laboriosa observação da realidade, desta investigação paciente da matéria viva, desta acumulação beneditina de notas e documentos, que se constroem as obras duradouras e fortes." Com base nesse princípio, os personagens de seu universo ficcional apresentam-se como testemunhas da mentalidade que caracterizou a sociedade portuguesa de seu tempo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.