USO DAS MÉDIAS ARITMÉTICA E HARMÔNICA NA CLASSIFICAÇÃO DE VESTIBULANDOS

Adriana Stefanello Somavilla

Resumo


O concurso vestibular tem sido objeto de questionamentos, com propostas que pretendem desde sua eliminação pura e simples até a utilização de notas obtidas no decorrer do ensino médio. O recurso a questões objetivas, exclusivamente, foi motivo de críticas. Nos últimos anos, a inclusão de prova de redação, além de questões de caráter discursivo representou, sem dúvida, um grande avanço na aferição de conhecimentos do candidato ao ensino superior. O fato é que o utópico brado de "universidade para todos" só terá sentido quando for possível dizer também "todos para a universidade". A realidade entretanto é que não existe universidade para todos e nem todos devem ingressar na universidade; logo, impõe--se um processo seletivo e o concurso vestibular parece o mais indicado. Para se obter a classificação dos candidatos, diferentes métodos são utilizados em diversas universidades, entre eles a média aritmética simples ou ponderada e a média harmônica, que também pode ser simples ou ponderada.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37781/vidya.v19i35.511

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.