LITERATURA DE VIAGEM E A QUESTÃO DA IDENTIDADE CULTURAL: ALMEIDA GARRET

Maria Luíza Ritzel Remédios

Resumo


A viagem, tema sempre cultivado nas culturas de língua portuguesa, representa, normalmente, não só a vontade de romper fronteiras ou limites geográficos, mas também o desejo do viajante de, através do conhecimento de novos povos e culturas, pensar de uma maneira diferente o seu próprio eu. Se Camões, no século XVI, relata os feitos e as conquistas portuguesas durante a viagem para as Índias, comandada por Vasco da Gama, outra é a viagem que, no século XIX, Almeida Garrett relata em Viagens na minha terra, cujo mérito centra-se justamente na textualização da memória, na viagem como temática e motivo da novela, no conceito de nação e no autobiografismo que o Autor desenvolve. 

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.