INTERAÇÕES ENTRE AS PERSPECTIVAS SOCIOCULTURAIS DA MODELAGEM MATEMÁTICA E DA ETNOMATEMÁTICA EM UMA ABORDAGEM DE ETNOMODELAGEM

Autores

DOI:

https://doi.org/10.37781/vidya.v43i2.4606

Resumo

As inter-relações de saberes locais (êmicos) relacionadas com os diversos conhecimentos escolares/acadêmicos são importantes para possibilitar uma compreensão mais precisa sobre um determinado campo de estudo em relação às diversas formas de Matemática. Essas inter-relações são abordadas, principalmente, sempre que é necessário compreender os conceitos específicos adquiridos em conhecimentos escolares/acadêmicos amplamente fundamentados na Matemática, que podem ser apoiados pela Etnomodelagem. O principal objetivo deste artigo teórico é avançar no desenvolvimento de importantes bases teóricas para a Etnomodelagem, que considera as interações polissêmicas entre as perspectivas socioculturais de Modelagem Matemática e da Etnomatemática em uma abordagem de Etnomodelagem. Assim, quando os alunos são encorajados a examinar as atividades matemáticas em seus próprios contextos socioculturais, eles podem perceber que o procedimento e a prática matemática não são triviais, pois os veem conectados à sua vida diária. A principal contribuição deste artigo é conscientizar os alunos sobre a análise da conexão entre os ambientes de aprendizagem tradicionais e não tradicionais por meio da etnomodelagem.

Biografia do Autor

Milton Rosa, UFOP

Milton Rosa possui licenciatura em Ciências/Matemática-Faculdade de Ciências e Letras Plínio Augusto Amaral-FCLPAA (1983) e licenciatura em Pedagogia-FCLPAA (1994), em Amparo-SP. Especialização Educação Matemática-Etnomatemática/Modelagem-PUC/Campinas (1999). Mestrado Educação Matemática, California State University, Sacramento-CSUS (2000). Doutorado em Educacão, Liderança Educacional-CSUS (2010), Estados Unidos. Ambos diplomas revalidados pela USP. Pós-Doutorado em Educação-Etnomodelagem-USP (2015). Professor Associado II, Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), atuando como professor/pesquisador desde 2011. Membro do Conselho Departamental-CEAD/UFOP (2016/2023). Membro (2014/2018) e membro suplente (2020/2024) do Colegiado do Mestrado Acadêmico em Educação Matemática-UFOP. Presidente Colegiado Curso Licenciatura Matemática, distância, CEAD/UFOP (2016/2023). Membro da Subcâmara das Llcenciaturas-UFOP, desde 2012. Membro Colegiado Curso Licenciatura Pedagogia, distância-CEAD/UFOP (2017/2021). Presidente Núcleo Docente Estruturante (NDE) do Curso Licenciatura Matemática, distância-CEAD/UFOP, desde 2015. Membro suplente da Comissão Permanente de Internacionalização-CPInter/UFOP (2020/2022). Membro do North American Study Group on Ethnomathematics (NASGEm), Estados Unidos, desde 2000. Foi representante dos professores do Departamento de Educação Matemática (DEEMA), no Conselho Departamental-ICEB/UFOP (2016/2020) e membro do Comitê Gestor-UFOP (2014/2018). Atua como: a) Vice-coordenador Programa de Mestrado Acadêmico em Educação Matemática-UFOP (2018-2022), b) Presidente do International Study Group on Ethnomathematics-ISGEm (2020-2024). Estados Unidos, c) Editor do Journal of Mathematics and Culture (Qualis B4), Estados Unidos, desde 2011,Editor do periódico Educación Matemática, México, desde 03/2022, d) Editor do Journal of Numerical Cognition, Alemanha (2014-2021), Editor do ISGEm Newsletter, Estados Unidos, desde 01/2020 e) Coordenador GT5-História da Matemática e Cultura-SBEM (2018/2021), f) Membro Diretoria-International Committee (IC)-Mathematics Education and Society-MES (2015-2023), g) Membro Diretoria-The International Community of Teachers of Mathematical Modelling and Applications?ICTMA (2017-2023). h) Membro Diretoria-Primeiro Tesoureiro-SBEM-MG (2019/2021), i) Membro Conselho Nacional Deliberativo (CND)-SBEM (2018-2021), j) Membro Conselho Nacional Editorial-CNE/SBEM (2019-2022), k) Membro Comitê Editorial de 18 periódicos e parecerista de 30 periódicos nacionais e internacionais, o) Membro do Comitê de Organização de 25 eventos nacionais e internacionais, p) Membro Conselho Nacional Editorial-SBEM (2019-2022), l) Orientação de 13 dissertações de mestrado concluídas, m) Coorientação de 3 dissertações de mestrado concluídas, n) Orientação de 3 iniciações científicas concluídas. Consultar Lattes para detalhamento de produções científicas (artigos, capítulos e livros, publicações em anais de eventos)-todas produções são comprovadas. Atuou como: a) Diretor da Sociedade Brasileira de Educação Matemática-Regional Minas Gerais-SBEM-MG (2015/2018), b) Vice-coordenador GT5-SBEM (2015-2018) e c) Membro Diretoria-International Study Group on Ethnomathematics-ISGEm (2014-2020). Foi coordenador de: a) Grupo de Estudo em Etnomatemática, ICME-13, Alemanha (2016) e b) Diretor do Tema: Aspectos Socioculturais da Matemática, XV CIAEM, México (2019). Organizou e escreveu livros, capítulos e artigos qualificados em inglês, espanhol e português. Foi palestrante, participou de mesas-redondas e coordenou sessões em congressos nacionais e internacionais. É membro de corpo editorial e parecerista de periódicos nacionais e internacionais (inglês, português, espanhol). Tem experiência em Educação Matemática nas áreas: Etnomatemática, Modelagem, Etnomodelagem, Currículo e Instrução, Liderança Educacional, Educação Inclusiva e Educação a Distância. Desde 03/2019 é Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2.

Daniel Clark Orey, Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP

Daniel Clark Orey, Ph.D. é Professor Emeritus de Educação Multicultural e Matemática, na California State University, Sacramento, na qual exerceu a profissão docente de 1987 a Janeiro de 2011. Nessa mesma universidade, ele foi instrutor no Department of Learning Skills (Departamento de Aprendizagem de Habilidades) e foi membro do corpo docente do programa de doutorado em Educational Leadership (Liderança Educacional). Como Coordenador e Principal Investigador do Projeto Coleção de Algoritmos (Algorithm Collection Project), Dr. Orey está interessado no estudo das diversas maneiras pelas quais os imigrantes recém-chegados em comunidades californianas, pensam, raciocinam e calculam matematicamente. Dr. Orey se formou no magistério, na Oregon State University, em 1978, e começou a lecionar matemática na Monitor Elementary School, em Mount Angel, Oregon. Posteriormente, ele também lecionou a mesma disciplina nas seguintes escolas: Riverdale School, em Portland, no Oregon; Colégio Americano de Guatemala, na Cidade de Guatemala e na Escuela Americana, em Bananera, na Guatemala. Dr. Orey se doutorou em Curriculum and Instruction in Multicultural Education (Currículo e Instrução em Educação Multicultural) pela University of New México (Universidade do Novo México), em 1988 (Diploma revalidado pela Universidade Federal de Santa Maria- UFSM). Ambas as pesquisas de mestrado e doutorado foram financiadas pela instituição Mellon-Tinker. Durante a pesquisa de doutorado, Dr. Orey atuou como consultor no Colégio Americano de Puebla e na Apple do México. Em 1992, Dr. Orey teve um papel importante na fundação da Sociedade Internacional para Estudos da Criança, na qual ele atuou como secretário geral por vários mandatos. Atualmente, ele é o vice-presidente dessa instituição. No período de 1995 a 1998, Dr. Orey foi o diretor do Professional Development (Desenvolvimento Profissional) e do Center for Teaching and Learning (Centro para o Ensino e Aprendizagem) na Califórnia State University, Sacramento. Em 1998, a convite do Prof. Ubiratan D?Ambrosio, Dr. Orey atuou como Fulbright Scholar, na PUC de Campinas, na qual realizou pesquisas em salas de aula e ministrou cursos na área de etnomatemática e modelagem. Durante o ano escolar de 2005-2006, Dr. Orey atuou como professor-pesquisador visitante, com patrocínio do CNPq, na área de educação matemática, em etnomatemática, na Universidade Federal de Ouro Preto. Em 2007, Dr. Orey atuou como Senior Fulbright Specialist em Kathmandu University, Nepal, realizando palestras sobre temas relacionados com a Educação Matemática e lecionando sobre etnomatemática e modelagem. Dr. Orey publicou inúmeros livros, artigos e capítulos de livro, em diversos idiomas. Ele também ministrou workshops e cursos, realizou apresentações orais, e proferiu palestras, em diversos países. Dr. Orey fala e escreve, fluentemente, em inglês, português e espanhol. Em março de 2011, Dr. Orey aceitou o cargo de professor de educação matemática no Centro de Educação Aberta e a Distância na Universidade Federal de Ouro Preto, Minas Gerais, Brasil. Agora ele serve como professor associado II no Departamento de Educação Matemática no Instituto de Ciências Exatas e Biológicas - Universidade Federal de Ouro Preto.

Downloads

Publicado

2023-12-15

Como Citar

Rosa, M., & Orey, D. C. (2023). INTERAÇÕES ENTRE AS PERSPECTIVAS SOCIOCULTURAIS DA MODELAGEM MATEMÁTICA E DA ETNOMATEMÁTICA EM UMA ABORDAGEM DE ETNOMODELAGEM. VIDYA, 43(2), 113–132. https://doi.org/10.37781/vidya.v43i2.4606