ECOLOGIA SOBRE A SOBREVIVÊNCIA DAS PRAXEOLOGIAS USUAIS PARA O ENSINO DE FUNÇÃO QUADRÁTICA DA EDUCAÇÃO BÁSICA AO ENSINO SUPERIOR DE 2005 À 2021

Autores

DOI:

https://doi.org/10.37781/vidya.v44i1.4542

Palavras-chave:

Função quadrática, Quadro, Ostensivos e não ostensivos, Níveis de conhecimento, Praxeologia

Resumo

Nesse extrato apresentamos uma ferramenta de análise das praxeologias desenvolvidas nos ensinos fundamental anos finais, médio e superior para a noção de função quadrática. Este estudo foi realizado por meio de uma grade de análise que permite compreender a ecologia das propostas institucionais e verificar a conformidade delas com os que conhecimentos prévios possíveis de serem mobilizados e/ou disponíveis no início do Ensino Superior. A grade contempla noções da didática francesa associadas à ecologia dos saberes. Trata-se de uma pesquisa qualitativa documental, que identifica as mudanças institucionais para períodos determinados quando da passagem entre etapas escolares. Os resultados mostram a existência de tarefas associadas à noção de função quadrática que, desde 2005, eram ampliadas e revisitadas nas três etapas aqui consideradas, mas a partir de 2018 esse estudo fica implicitamente deixado a cargo dos professores para o ensino fundamental anos finais. Concluímos que os professores do ensino médio e superior precisam ficar atentos para essa nova organização didática.

Biografia do Autor

Alessandra Azzolini da Silva, Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas - FMU

Mestre em Educação Matemática pela Universidade Bandeirante de São Paulo - UNIBAN atualmente UNIAN.

Professora de Matemática, Pesquisadora de Educação Matemática, lotada no Departamento de Matemática do Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas - FMU.

Ademir Avila, Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas - FMU

Doutor em Educação Matemática pela Universidade Bandeirante de São Paulo - UNIBAN atualmente UNIAN.

Professor de Computação e Informática do Departamento de Competação e Informática, Pesquisador de Educação Matemática, lotado no Departamento de Matemática do Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas - FMU.

Valdir Bezerra dos Santos Júnior, Universidade Federal de Pernambuco - UFPE

Doutor em Educação Matemática pela Universidade Bandeirante de São Paulo - Uniban atualmente UNIAN.    

Professor de Matemática e Pesquisador de Didática da Matemática do curso de Licenciatura em Matemática da UFPE, pesquisador em Educação Matemática.

Marlene Alves Dias, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE

Doutora em Didática da Matemática pela Universidade Paris VII atualmente Universidade Paris Cité.    

Pesquisadora aposentada colaborando atualmente no curso de mestrado em ensino de Ciências e Matemática do IFCE.

Downloads

Publicado

2023-12-20

Edição

Seção

Artigos