PARTICIPAÇÃO DOS PAIS NA ASSISTÊNCIA AO RECÉM-NASCIDO INTERNADO NA UTI NEONATAL

Hilda Maria Freitas Medeiros, Vivian da Pive Antunes

Resumo


Este estudo teve como objetivo favorecer a integração dos profissionais de saúde da UTI neonatal com os pais dos recém-nascidos internados nessa unidade, fortalecendo os sentimentos de competência, sobretudo das mães diante do cuidado com seu filho. A população investigada constou de dez mães de recém-nascidos internados na UTI neonatal de um hospital privado de Santa Maria e os dados foram coletados por meio de entrevistas e observações durante as visitas hospitalares. Verificou-se que a maioria das entrevistadas manteve pouca ou nenhuma interação com seu filho após o nascimento, enquanto algumas referiram medo e insegurança em relação ao cuidado com o recém-nascido, embora tenham manifestado o desejo de participar e aprender. Evidenciou-se também a necessidade de maior interação da equipe de saúde com as mães, que afirmaram depositar na enfermagem e nas fisioterapeutas toda confiança possível.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37781/vidya.v23i40.433

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.