A ÁGUA COMO METÁFORA DO SAGRADO

Ricardo Antonio Rodrigues

Resumo


As grandes tradições religiosas e filosóficas, orientais e ocidentais, podem nos ensinar muito sobre o respeito ao meio ambiente e principalmente sobre a necessária conexão com o essencial á preservação da vida no planeta. A proposta deste artigo é apresentar a água como simbolismo do sagrado, a partir de uma leitura das místicas oriental e ocidental como muito próximas. O viés compreendido entre o sentido cósmico da existência e a presença de Deus no mundo, manifestando-se nas obras da natureza, coloca-nos numa condição de quem, com elas, pode aprender por meio do olhar do contemplar e do sentir.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.