REPRESENTAÇÃO SOCIAL E EDUCAÇÃO ESPECIAL: APONTAMENTOS A RESPEITO DA FORMAÇÃO E PRÁTICA DOCENTE

Carmen Rosane Segatto e Souza, Maria Inês Naujorks

Resumo


O presente estudo insere-se na linha de pesquisa Formação de professores. Trata-se de uma pesquisa qualitativa com o objetivo geral de investigar as representações sociais (RS) de dois grupos de profissionais quanto à formação inicial e à prática docente do professor de educação especial: o primeiro grupo constituiu-se de professores de educação especial egressos da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), formados a partir do ano de 1990, que estão atuando em sala de recurso e/ou classe especial; e o segundo grupo, constituído pelos que atuam com o professor de educação especial no atual contexto escolar, o gestor educacional. A partir de uma metodologia descritivo-exploratória, foram entrevistados professores de educação especial e gestores de escolas estaduais localizadas no município de Santa Maria - RS. Os dados coletados foram agrupados em cinco categorias, utilizando-se o que preconiza o método de análise de conteúdo. Constatou-se que as representações sociais desses professores e gestores passam por um processo que se assemelha ao de inclusão dos alunos com necessidades especiais, ou seja, esses profissionais encontram-se em um momento de comprometimento com um trabalho pedagógico fortemente relacionado com a construção de conhecimentos, respeitando as diferenças e singularidades.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.