METODOLOGIA DA PROBLEMATIZAÇÃO COM O ARCO DE MAGUEREZ: DA FORMAÇÃO CONTINUADA AO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES TRANSVERSAIS NA ARGENTINA, BRASIL E URUGUAI

Autores

DOI:

https://doi.org/10.37781/vidya.v41i2.3839

Resumo

Investigamos a eficácia da Metodologia da Problematização com o Arco de Maguerez (MP/AM) como ferramenta para o Desenvolvimento Profissional Docente e para potencialização do desenvolvimento de Temas Transversais na escola. A pesquisa teve como participantes 96 docentes pertencentes à tríplice fronteira formada por Argentina, Brasil e Uruguai. Os dados foram coletados por questionários e tratados por meio da Teoria Fundamentada. Os resultados indicaram que a formação continuada ofertada contribuiu para o Desenvolvimento Profissional Docente. Os docentes entendem que a MP/AM, em diferentes perspectivas, é uma ferramenta que contribui para potencializar a inserção de Temas Transversais no espaço escolar. Na média avaliativa mensurada, a MP/AM foi considerada como um bom método de ensino. Conclui-se que a MP/AM é eficaz para inserir e desenvolver temas transversais em práticas educativas. No entanto, infere-se ser essencial investir em formações docentes voltadas à abordagem deste método.

Biografia do Autor

Cátia Silene Carrazoni Lopes Viçosa, Universidade Federal do Pampa (Unipampa)

Doutoranda PPG Educação em Ciências (Unipampa); Mestre em Educação em Ciências (UFSM); Especialista Educação Especial e Inclusiva (Fael); Licenciada em Ciências da Natureza (Unipampa). Participante do Grupo de Estudos em Nutrição, Saúde e Qualidade de Vida (GENSQ).

Renata Godinho Soares, Universidade Federal do Pampa (Unipampa)

Doutoranda PPG Educação em Ciências (Unipampa); Mestra em Educação em Ciências (Unipampa; Especialista em Atividade Física e Saúde (Unipampa); Licenciada em Educação Física (Urcamp)

Vanderlei Folmer, Universidade Federal do Pampa (Unipampa)

Pós doutorado em Bioquímica Toxicológica (Universidade de Lisboa-Portugal); Doutor em Ciências Biológicas (UFSM); Mestre em Educação em Ciências (UFSM); Graduado em Fisioterapia (UFSM); Graduado em Letras (UNIP); Docente na Unipampa; Docente no PPG Educação em Ciências (Unipampa).

Andréia Caroline Salgueiro Fernandes, Universidade Federal do Pampa (Unipampa)

Pós Doutoranda PPG Educação em Ciências (Unipampa), Doutora em Bioquímica (Unipampa), Mestra em Bioquímica (Unipampa), Bacharel em Fisioterapia (Unipampa); Professora colaboradora PPG Educação em Ciências (Unipampa).

Downloads

Publicado

2021-11-22

Como Citar

Viçosa, C. S. C. L., Soares, R. G., Folmer, V., & Fernandes, A. C. S. (2021). METODOLOGIA DA PROBLEMATIZAÇÃO COM O ARCO DE MAGUEREZ: DA FORMAÇÃO CONTINUADA AO DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES TRANSVERSAIS NA ARGENTINA, BRASIL E URUGUAI. VIDYA, 41(2), 237–256. https://doi.org/10.37781/vidya.v41i2.3839

Edição

Seção

Artigos