DE LINHAS A MARINHAS: PICTOGRAFIAS DE CRIANÇAS QUE MORAM À BEIRA-MAR

Alberto Carlos de Souza, Túlio Alberto Martins de Figueiredo, Ângela Maria Adolfo Apini

Resumo


Este trabalho apresenta a experiência interdisciplinar desenvolvida com 50 alunos de Educação Infantil (idade entre 4 a 5 anos) de escola situada no Bairro São Pedro I, na periferia do município de Vitória – ES. Teve como objetivo desenvolver, a partir da obra literária Três pontinhos, de Mário Vale, representações pictográficas dos elementos visuais (1997), a saber, linha, superfície, volume e cor. O trabalho foi implementado em uma oficina com duração de 15 horas/aula, utilizando-se como estratégias a dramatização e a representação pictórica individual. A análise de conteúdo norteou o processo de categorização do material produzido pelos alunos. A mobilização das crianças em todo o processo foi intensa. Devemos evidenciar que, mesmo não havendo, por parte dos professores, quaisquer interferências no processo de criação, um terço das representações pictográficas elaboradas pelos alunos reportaram-se a composições marítimas, refletindo, dessa forma, cenas muito comuns ao cotidiano daquelas crianças que vivem numa região à beira-mar.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.