A EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE: UMA ESTRATÉGIA À PREVENÇÃO DAS ÚLCERAS POR PRESSÃO

Maria Helena Gehlen, Silomar Ilha, Claudia Zamberlan, Hilda Maria de Freitas, Elisabeta Albertina Nietsche

Resumo


Objetivou-se, com este estudo, conhecer como se desenvolve a educação permanente em saúde na prevenção das úlceras por pressão (UPP) para as pessoas em situação de hospitalização. Foi realizada uma pesquisa descritiva exploratório de abordagem qualitativa, por meio de entrevistas semiestruturada com técnicos de enfermagem e enfermeiros que atuam nas unidades de internação clínica de um hospital de pequeno porte de Santa Maria/RS. Nos resultados, destacaram-se três categorias: Educação permanente X atualização profissional; A importância dos saberes específicos no tratamento e bem-estar do cliente com UPP; A educação permanente na enfermagem, um diálogo de saberes para a prevenção da UPP. São imprescindíveis novos estudos como forma de contribuição à implementação da educação permanente para a prevenção da UPP nas instituições hospitalares e que este serviço atenda às necessidades específicas de cada setor, buscando propostas inovadoras que adotem o referencial participativo e problematizador.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.