CALOR E TEMPERATURA NO ENSINO MÉDIO: UMA ABORDAGEM VIA MODELAGEM MATEMÁTICA NA PERSPECTIVA SOCIOCRÍTICA

Autores

  • Rafaela Duarte Nascimento IFES - Instituto Federal do Espírito Santo
  • Luciano Lessa Lorenzoni IFES - Instituto Federal do Espírito Santo
  • Oscar Luiz Teixeira de Rezende IFES - Instituto Federal do Espírito Santo

Resumo

Este artigo apresenta resultados de uma pesquisa onde investigamos as contribuições da modelagem matemática na perspectiva sociocrítica para o ensino e a aprendizagem de conceitos de Física. Construiu-se um ambiente de aprendizagem a partir da problematização do tema Calor e Temperatura, correlacionando-o à elevada temperatura em uma sala de aula de um 2o ano do Ensino Médio. Como instrumentos de produção de dados da pesquisa qualitativa foram utilizados um gravador de áudio para registrar as interações verbais, diário de bordo para registro sistemático tanto para os alunos quanto para o professor e materiais produzidos pelos alunos. Os resultados da pesquisa demonstram o envolvimento dos alunos na construção do conhecimento e a capacidade de refletir criticamente sobre o assunto estudado.

Downloads

Publicado

2018-11-30

Como Citar

Nascimento, R. D., Lorenzoni, L. L., & de Rezende, O. L. T. (2018). CALOR E TEMPERATURA NO ENSINO MÉDIO: UMA ABORDAGEM VIA MODELAGEM MATEMÁTICA NA PERSPECTIVA SOCIOCRÍTICA. VIDYA, 38(2), 89–102. Recuperado de https://periodicos.ufn.edu.br/index.php/VIDYA/article/view/2372

Edição

Seção

Artigos