ANALISANDO JUSTIFICATIVAS E ARGUMENTAÇÃO MATEMÁTICA DE ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Carlos Augusto Aguilar Júnior, Lilian Nasser

Resumo


Neste artigo é relatada parte de uma pesquisa sobre a visão do professor a respeito dos níveis de argumentação e prova, apresentados por alunos de Escola Básica em Matemática. O desenho da pesquisa é baseado num projeto de investigação desenvolvido por Hoyles (1997) na Grã-Bretanha. Na primeira etapa, os alunos respondem a questões que fogem à simples aplicação de resultados conhecidos e à realização de cálculos, demandando, ao contrário, maior raciocínio lógico-dedutivo, por meio da argumentação e da justificação. Na segunda etapa, professores são convidados a analisar e dar notas a diferentes argumentos extraídos de repostas apresentadas na primeira etapa. Em nosso levantamento e análise, ficou patente a preferência dos estudantes pelas provas ingênuas ou informais, principalmente por aquelas que recorrem a exemplos, o que pode sugerir a ausência de um trabalho pedagógico que possibilite desenvolver as habilidades de argumentar e provar em Matemática.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.