FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM GEOMETRIA: UMA EXPERIÊNCIA NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO

Lilian Nasser, Edite Resende Vieira

Resumo


Nos anos inicias do Ensino Fundamental tem sido dada pouca importância ao ensino de Geometria, o que se deve, em parte, à formação inicial precária dos professores desse segmento. Neste artigo relatamos a experiência da formação em Geometria de professores alfabetizadores no âmbito do Pacto Nacional para a Alfabetização na Idade Certa no estado do Rio de Janeiro (PNAIC/RJ). Por meio da interdisciplinaridade, de jogos e da Resolução de Problemas, os professores vivenciaram estratégias para o ensino de Geometria nos anos iniciais, criando oportunidade de dar à Geometria destaque que merece.  A teoria de van Hiele serve de referencial para a formação de professores em Geometria, pois estabelece níveis hierárquicos de desenvolvimento do pensamento geométrico e, portanto, pode guiar a sequência didática adotada. É nos anos iniciais que os alunos devem tomar contato com as formas geométricas e a nomenclatura adequada, promovendo o domínio do ambiente espacial em que vivem.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37781/vidya.v35i2.600

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.