DAS PRÁTICAS EM SALA DE AULA COM MODELAGEM MATEMÁTICA SIGNIFICATIVA CRÍTICA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.37781/vidya.v43i2.4551

Resumo

A presente pesquisa aborda a estratégia de ensino chamada Modelagem Matemática, em conjunto com a teoria cognitivista da Aprendizagem Significativa e da Aprendizagem Significativa Crítica, esta última conhecida por considerar os conhecimentos prévios dos estudantes e seus olhares críticos no diálogo em sala de aula. Para tanto, objetivou-se compreender a Modelagem Matemática como método de Ensino e Aprendizagem Significativo e Crítico nas práticas cotidianas de estudantes do Assentamento Rio Preto/TO. Como delineamento metodológico, adotou-se a abordagem qualitativa e do Estudo de Caso, utilizando-se, para produção de evidências, do mapa conceitual, da observação participante e da entrevista, e para as análises foi empregada a Combinação de Padrão. Como resultados apontados, há a identificação da possibilidade de correlacionar a estratégia empregada em conjunto com a teoria, conduzindo a uma Aprendizagem Significa e Crítica no ambiente escolar.

Biografia do Autor

Luis Carlos dos Santos Moura Junior, Universidade Federal do Norte do Tocantins - UFNT

Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática - PPGecim da Universidade Federal de Tocantins - UFT, atuando na linha de pesquisa intitulada Ensino de Ciências e Matemática, Cognição e Currículo, possui Especialização em Educação Matemática pela Escola Superior Batista do Amazonas - ESBAM e Graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Federal do Amazonas - UFAM, também, é membro e partícipe do Grupo de Estudos e Pesquisas de Práticas Investigativas em Educação Matemática - GEPIMat / UFAM / CNPq. Possui como foco de pesquisa a Educação Matemática e Modelagem Matemática no Ensino da Matemática.

Deive Barbosa Alves, Universidade Federal do Norte do Tocantins - UFNT

Professor do colegiado de Matemática da Universidade Federal do Tocantins, Câmpus Araguaína. Graduado em licenciatura em Matemática pela Universidade Federal de Uberlândia (2005), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Uberlândia (2012) e doutorado na linha de pesquisa Educação em Ciências e Matemática pela mesma Universidade (2017). Atualmente participa do Núcleo de Pesquisa em Mídias na Educação (NUPEME) e do grupo de trabalho em Modelagem Matemática para a Educação Matemática da Sociedade Brasileira de Educação Matemática (GT10 - Modelagem Matemática e GT06 - Educação Matemática: novas tecnologias e Educação à distância). Professor e pesquisador do Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PPGecim) e Matemática e do Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional - PROFMAT, Câmpus de Araguaína. Tem experiência na área de Educação Matemática, com ênfase em Modelagem Matemática no contexto da Cultura Digital, atuando principalmente nos seguintes temas: Modelagem Matemática para Educação Matemática, Educação pela Pesquisa, Educação Matemática na Cultura Digital, Objetos de Aprendizagem.

Downloads

Publicado

2023-12-15

Como Citar

Moura Junior, L. C. dos S., & Alves, D. B. (2023). DAS PRÁTICAS EM SALA DE AULA COM MODELAGEM MATEMÁTICA SIGNIFICATIVA CRÍTICA. VIDYA, 43(2), 19–38. https://doi.org/10.37781/vidya.v43i2.4551