UMA PROPOSTA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE GEOMETRIA FRACTAL EM SALA DE AULA NA EDUCAÇÃO BÁSICA

Maristel do Nascimento, Sani de Carvalho Rutz da Silva, Nilcéia Aparecida Maciel

Resumo


Neste artigo, descrevem-se os resultados de uma pesquisa de mestrado cujo objetivo foi analisar se diferentes atividades de ensino permitem aos alunos compreenderem a existência da Geometria Fractal. Do ponto de vista metodológico, o estudo inseriu-se em uma pesquisa qualitativa, de natureza aplicada e interpretativa, envolvendo alunos da 1ª série do Ensino Médio de um colégio estadual da cidade de Ponta Grossa (PR). A pesquisa orientou-se pela questão: Como introduzir os conceitos básicos de Geometria Fractal, por meio de diferentes atividades? A base teórica apoiou-se em documentos que orientam o ensino de Geometria e autores que indicam a inclusão do ensino de Geometria Fractal, para alunos da Educação Básica. Os dados foram coletados a partir da aplicação de uma oficina, na qual envolveu esta geometria. A pesquisa revelou a defasagem dos alunos, em relação à compreensão dos conceitos geométricos básicos, e também, que é possível ao professor abordar outras geometrias integradas no ensino, utilizando-se de atividades diferenciadas que possibilitem aos alunos uma participação ativa no processo de ensino e aprendizagem.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37781/vidya.v32i2.277

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.