O ENSINO DE ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE NA EDUCAÇÃO BÁSICA: ATIVIDADES E PROJETOS GERADOS A PARTIR DE PESQUISAS DE MESTRADO PROFISSIONAL

Antonio Carlos de Souza, Leandro de Oliveira Souza, Luzinete de Oliveira Mendonça, Celi Espasandin Lopes

Resumo


A proposta deste artigo é apresentar - e promover sobre eles reflexões e discussões - atividades e projetos de Estatística e Probabilidade desenvolvidos em pesquisas que foram produto de três dissertações de Mestrado nos três níveis do ensino básico (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio). Focam-se a análise do potencial das abordagens de ensino e os processos cognitivos empregados pelos alunos ao aprenderem Estatística por meio de processos de investigação. O projeto de Educação Infantil trabalhou com crianças entre 5 e 6 anos, não leitoras, e buscou analisar a forma como elas problematizam, elaboram instrumentos, coletam, organizam e analisam dados. A atividade de Ensino Fundamental envolveu alunos de 13 anos de idade em um estudo de caso e investigou o seguinte problema: como os recursos tecnológicos podem ser úteis para a construção de novos conhecimentos envolvendo a Estocástica no Ensino Fundamental? E, no Ensino Médio, a pesquisa caracterizou-se também como um estudo de caso, em que se observou o desenvolvimento dos alunos em projetos estatísticos em um ambiente de Modelagem Matemática.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37781/vidya.v33i1.245

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.