Recursos hídricos em sala de aula: construção de maquete como metodologia ativa

Janete Facco Facco, Janete Webler Cancelier, Liziany Muller Medeiros

Resumo


Os recursos hídricos são necessários para a sobrevivência humana, para a fauna, flora e, para o desenvolvimento das atividades econômicas. No processo de construção da conscientização ambiental, escola e universidade possuem significativo papel, tendo em vista que podem desenvolver atividades que auxiliem na formação de sujeitos críticos perante a realidade colocada. Uma metodologia ativa que pode ser empregada para compreensão do uso do solo em microbacias e seus impactos, é a confecção de maquetes, que propicia o conhecimento da realidade local a partir da espacialização dos eventos. Dessa forma, o objetivo deste artigo é apresentar oficinas pedagógicas desenvolvidas a partir de um Projeto de Extensão Universitária, com estudantes da educação básica e do ensino superior para a construção de maquetes de uma microbacia. A estratégia adotada foi o emprego do método indutivo, com abordagem qualitativa. Como resultado, observa-se que a construção das maquetes estimulou o interesse educativo, possibilitando a consolidação, de forma prática, de conceitos e temáticas, a partir de uma visão sistêmica e interdisciplinar.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37780/ch.v22i2.3956

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pela Universidade Franciscana.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.