Quando a doença chega à periferia: expansão da COVID-19 para os bairros das regiões centro-oeste e oeste da área urbana de Santa Maria, RS

Pedro Leonardo Cezar Spode, Maurício Rizzatti, Natália Lampert Batista, Douglas Bouvier Erthal, Rivaldo Mauro de Faria

Resumo


A COVID-19 se apresenta como um dos maiores desafios experenciados pela humanidade no período recente. Tal crise de dimensão mundial afetou drasticamente a vida das pessoas, recaindo mais fortemente sobre os pobres. Nesta perspectiva, este trabalho visa identificar o avanço da doença da COVID-19 para áreas de pobreza na periferia urbana de Santa Maria, Rio Grande do Sul, precisamente nas regiões centro-oeste e oeste da área urbana. Para isso, utilizou-se dados obtidos através do projeto “Enfrentamento da epidemia da COVID-19 no estado do Rio Grande do Sul”, vinculado ao Observatório de Informações em Saúde da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Os dados foram espacializados no software QGIS 3.14.0, utilizados procedimentos de geolocalização e Densidade de Kernel, conforme adaptação da metodologia apresentada por Rizzatti et al. (2020b). Os resultados demonstram que a doença tem avançado para o eixo oeste da área urbana de Santa Maria, ganhando território nos bairros das regiões administrativas centro-oeste e oeste, em áreas com expressivas desigualdades socioespaciais.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37780/ch.v21i2.3395

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pela Universidade Franciscana.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.