A alfabetização como processo de construção

Rosângela Aparecida Ceregati Costa, Carmen Rosane Segatto Souza

Resumo


Neste trabalho, o objetivo é investigar como os professores concebem a alfabetização e como trabalham com os problemas de aprendizagem da lecto-escrita em sala de aula. É preciso incentivar às crianças a buscarem a construção do próprio conhecimento. O educador precisa valorizar toda a bagagem que a criança já traz consigo, cada uma já com seu conhecimento próprio de mundo. O educador é o mediador dessas crianças na construção do conhecimento de maneiras variadas. A criança é fácil de ser alfabetizada, é só o educador deixar que ela faça, ou seja, ofereça condições para que ela mesma realize a aprendizagem. O trabalho caracterizou-se por uma pesquisa bibliográfica de cunho qualitativo, na qual, o instrumento de coleta de dados foi uma pesquisa semi-estruturada. Assim, a amostragem foi composta por  oito educadoras de três escolas de Santa Maria, duas particulares e uma municipal. Após a análise dos questionários, conclui-se que as educadoras estão preocupadas com sua qualificação constante e com a vida cotidiana de seus educandos, valorizando-os. Cabe aos educadores de nossas escolas conscientizarem-se mais e fazerem valer a vontade de trabalhar com essas crianças, pois só gostando do que fazem é que contribuirão para a construção de  um país menos analfabeto.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pela Universidade Franciscana.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.