A INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E A FORMAÇÃO NAS HUMANIDADES

Juliane Marschall Morgenstern, Marcio Paulo Cenci

Resumo


O artigo discute a centralidade da inovação na gramática discursiva da educação contemporânea a fim de refletir sobre as possibilidades de inovar nas Humanidades. Para tanto, realizou-se uma historicização do campo das Humanidades mapeando a rede de sentidos em que o termo Humanidades emergiu e da qual provêm. Analisou-se que a primeira referência de “humanidade” remonta aos autores da Antiguidade Latina, quando o termo grego Paidéia é traduzido por Humanitas significando “filantropia”, “cultura geral” ou “amor à humanidade”. Já na tradição cristã, a expressão littera humaniores passa a ser utilizada para se referir aos textos laicos e distinguir-se dos textos de caráter sagrado. Nessa variação, destaca-se o uso do termo Humanidades pela Ordem dos Jesuítas, que o toma como campo de saber a ser ensinado. O uso do termo com esse sentido e a possibilidade de falar em ensino de Humanidades parece emergir com o modelo jesuíta e seu método escolástico. Tal modelo de ensino impactou as colônias espanholas nos séculos XVI ao XVIII e se coloca como uma das condições de possibilidade para a compreensão de ensino em Humanidades no presente. Diante do imperativo da inovação para o ensino de Humanidades na contemporaneidade, atentamos para o âmbito da formação. Formar pessoas não está desvinculado do ensino, mas o extrapola. As Humanidades constituem o campo do saber que assume, como condição básica, além da tarefa de instruir, a de formar pessoas para transformar o ser. Conclui-se, portanto, que a inovação nas Humanidades tem um papel mais fundamental que em outras áreas pois a produção do novo é mais radical e extrapola uma utilidade imediata. A inovação nas Humanidades requer o cultivo de um pensamento crítico, que ultrapassa o imediatismo, a padronização, a superficialidade, a banalização e a exclusão. Em sua finalidade, a formação em Humanidades pode encontrar meios para seu devir nas inovações tecnológicas, porém, tais inovações não são condições necessárias tampouco suficientes para inovar nas Humanidades.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37782/thaumazein.v13i26.3741

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Não há custos de publicação e leitura, mas doações são bem vindas.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.