O papel social da universidade para promoção da cidadania com pessoas vivendo com HIV/AIDS (PVHA)

Camila dos Santos Gonçalves

Resumo


A universidade tem o compromisso social de auxiliar na compreensão de problemáticas sociais e intervir com ações educativas para a minimização dos efeitos das desigualdades sociais. Através da construção de conhecimentos que visem a melhoria das condições de vida, o fortalecimento das políticas públicas e a ampliação da visibilidade das necessidades das populações em condições de vulnerabilidade. O presente artigo busca problematizar o papel social da universidade na promoção de cidadania da população que vive com HIV/aids. Sendo assim, entende-se que as ações realizadas pela universidade neste campo são potentes veículos para ampliar o acesso a informação e garantia de direitos humanos. Foi realizada uma revisão bibliográfica não sistemática. A discussão foi apresentada em três tópicos: desafios de um contexto invisibilizado; representações sociais e construção de saberes e cultura de direitos humanos para promoção de cidadania. Entende-se que esta temática precisa ser visibilizada, dentro e fora da academia, em que a garantia de direitos humanos é passo inerente para a promoção de cidadania, em especial, a grupos em situação de vulnerabilidade.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.