O viver saudável em sua dimensão individual familiar e comunitária

Elizane Medianeira Gomes Pires, Talita Cassola, Cristiane Tólio, Camila Biazus Dalcin, Marli Terezinha Stein Backes, Dirce Stein Backes

Resumo


A promoção do viver saudável na dimensão individual, familiar e comunitária pode ser considerada uma necessidade e oportunidade para a inovação do cuidado de enfermagem/saúde. Neste trabalho, objetivou-se compreender o significado de viver saudável para famílias vulneráveis, à luz do pensamento complexo.O aparato metodológico na pesquisa descritivo-exploratória, de caráter qualitativo, realizada com vinte e seis sujeitos de uma comunidade socialmente vulnerável, de um município localizado na região central do Rio Grande do Sul. Os dados foram coletados por meio da técnica de entrevista individual, entre os meses de junho e julho de 2011 e analisados com bases na análise de conteúdo. Com resutador, evidenciou-se que o viver saudável está relacionado ao modo de viver singular e auto-organizador de cada indivíduo/família. Para alguns, o significado de viver saudável está associado a uma sensação individual de bem-estar consigo mesmo.Foi possível observar que o cuidado inovador em enfermagem e saúde perpassa pela compreensão das singularidades e multidimensionalidades individuais, familiares e comunitárias.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.