Educação nutricional com usuários de crack em tratamento em hospital público de Santa Maria, RS.

Gabriela Pata Schramm, Silvana Saccol, Anelise Menezes, Simone Ferreira da Silva, Karina de Souza Rodrigues, Káthia Abreu Domingues, Elisângela Colpo

Resumo


O uso abusivo de drogas pelos jovens tem aumentado significativamente nos últimos anos. Os jovens usuários de crack ficam muito debilitados fisicamente pela dependência química. O trabalho de educação nutricional visa esclarecer, de maneira educativa, os nutrientes que se relacionam com a evolução do quadro clínico contribuindo para o tratamento desses pacientes. O objetivo neste trabalho foi realizar educação nutricional com adolescentes, do sexo masculino, entre 11 e 17 anos, que estavam em tratamento para abstinência do uso de crack em um Hospital Público de Santa Maria, RS. A educação nutricional foi desenvolvida com dinâmicas em grupos como trabalhos manuais, valorizando suas individualidades priorizando o relacionamento interpessoal, a afetividade, a higiene, a alimentação, o auto-cuidado e a organização do ambiente em que vivem. Por meio da realização de trabalhos educacionais pode-se perceber que os jovens em tratamento evoluíram na escolha pelos alimentos, no estímulo ao raciocínio, na concentração e no relacionamento interpessoal. O trabalho aprimorou o conhecimento sobre a saúde, havendo uma melhora do estado nutricional dos usuários de crack.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.