Integralidade: fortalecendo o sentido da vida através de processos educativos em saúde

Janete Mengue da Silva, Janifer Prestes, Juliana Cordeiro Krug, Milena Moreira Ferreira, Rafaela Bianchi Rinaldo, Raquel Ambrozio, Miriam Suzéte de Oliveira Rosa

Resumo


Neste trabalho, relata-se a experiência de um grupo multiprofissional de estudantes do Mestrado em Ensino na Saúde da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, cujo enfoque foi o fortalecimento da educação para a vida partindo do princípio de integralidade preconizado no Sistema Único de Saúde. Nele, são propostas estratégias para mudar o modelo de educação em saúde, utilizando técnicas ativas de ensino como: apresentação de vídeos, construção de cartazes com fotos e músicas impressas, dinâmica do rocambole e observação/reflexão de atividades do cotidiano através de uma planilha de situações da ocupação do tempo. Tais atividades de construção coletiva possibilitaram a verificação de que o contexto da aprendizagem precisa ter e fazer sentido. Sabe-se que o humano é o resultado da biologia e da cultura em que está inserido, sendo cotidianamente afetado pelos sentimentos. A atividade educativa foi um arremedo de pesquisa-ação e produziu significados individuais para além do vivenciado conforme depoimentos posteriores das participantes.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.