Desafios do ensino de inglês como língua estrangeira a alunos portadores de necessidades educacionais especiais

Lauricio Menezes Chaves, Gabriela Quatrin Marzari

Resumo


Neste estudo, teve-se como objetivo investigar o processo de inclusão educacional e suas implicações para a aprendizagem de Inglês como Língua Estrangeira. Nesse sentido, buscou-se fundamentação teórica em estudos anteriores sobre ensino e aprendizagem, particularmente, de línguas estrangeiras, conforme desenvolvidos por autores como: Krashen (1987), Lightbown e Spada (1993), Piaget (1993), Gardner (1994), entre outros. Com base nesses estudos, elaborou-se um questionário, que serviu como instrumento de coleta de dados e que foi aplicado a dez professores das redes estadual e municipal de ensino, os quais ministram as disciplinas de Língua Portuguesa e Língua Inglesa nos referidos contextos. Ao fazê-lo, teve-se como objetivo identificar os principais desafios encontrados pelos professores pesquisados no ensino da língua inglesa a sujeitos diferenciados, ou seja, alunos Portadores de Necessidades Educacionais Especiais. Os resultados obtidos demonstraram que a atuação destes professores é marcada por diferentes desafios, sendo preciso, na maioria das vezes, fazer uso de estratégicas didático-pedagógicas diversificadas para atender às necessidades de cada aprendiz. Como conclusão, destaca-se a necessidade de pesquisas constantes sobre o ensino de línguas estrangeiras a alunos diferenciados, sobretudo durante o processo de formação inicial, para que os futuros professores se sintam mais preparados e consigam, na medida do possível, desenvolver propostas metodológicas adequadas para uma sala de aula cada vez mais inclusiva.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pela Universidade Franciscana.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.