O vínculo afetivo na relação professor-aluno durante a segunda infância

Déborah Jasmine da Silva Dalcol, Fernanda Pires Jaeger

Resumo


O presente artigo aborda o significado do vínculo afetivo na relação professor-aluno, e teve como objetivo realizar um levantamento bibliográfico sobre a importância desse vínculo entre professor e aluno durante a segunda infância, como procurando compreender a relação professor-aluno e a importância da construção vincular para a criança que está nos anos iniciais da educação infantil. Realizou-se uma pesquisa bibliográfica de caráter qualitativo para uma melhor compreensão acerca do tema. Os autores consultados  Almeida (1999), Morales (2006), Evalte (2010) apontam que, especialmente nos primeiros anos escolares, quando as crianças estão em plena fase de adaptação a esse novo contexto, encontra-se na relação professor-aluno a construção de um vínculo afetivo importante. A partir da exploração da temática, percebeu-se que a relação vincular constitui-se de um pilar fundamental para que ocorra um bom desempenho no processo de aprendizagem.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pela Universidade Franciscana.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.