Serendipidade: um conceito para utilização no fazer psicológico nas organizações

Daniela Bach Rizzatti, Lisiane Weigert Cassales, Marcos Daou

Resumo


Teve-se por objetivo elucidar e problematizar uma experiência de estágio realizada durante o período de graduação do Curso de Psicologia, em uma empresa do ramo de segurança e monitoramento. Para o desenvolvimento da prática foi efetuado um trabalho com ênfase na Psicologia Organizacional, com o objetivo da prevenção e promoção de saúde de todos os colaboradores envolvidos no ambiente da empresa. Como temática principal, a Serendipidade foi utilizada como conceito-chave de ação e reflexão no trabalho, buscando relacioná-la com os benefícios da prática da psicologia nas empresas e da realização da análise e descrição de cargo no local. Procurou-se debater sobre os caminhos que são desenvolvidos para a formação profissional, principalmente no que tange às possibilidades de aprendizagens para quem está se apropriando do ambiente interno e externo de uma empresa. Quando se pretende buscar novidades, a pessoa deve ter a flexibilidade e disponibilidade de se informar, propondo assim um desenvolvimento positivo sobre a sua vida profissional e pessoal.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pela Universidade Franciscana.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.