A rede socioassistencial através de uma instituição de acolhimento institucional para crianças e adolescentes

Suélem Lopes Silva, Roberta Fin Motta

Resumo


O artigo tem a pretensão de refletir acerca da rede socioassistencial sobre a visão dos profissionais que compõem a equipe de uma Instituição de Acolhimento Institucional para as crianças e adolescentes, em uma cidade do interior do Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Para o desenvolvimento da pesquisa foi utilizado a abordagem qualitativa de cunho exploratório e descritivo. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com cinco profissionais. A análise dos dados ocorreu através da análise de conteúdo. Dentre os resultados, pode-se citar a rede como sendo “falha” através da visão dos profissionais em especial, pelas dificuldades como a falta de comunicação, de profissionais e de capacitação. Contudo, buscam estratégias como reuniões de equipe, participação no controle social e a rede pessoal para um melhor desenvolvimento dos encaminhamentos. Conclui-se a importância de refletir e buscar mais estudos sobre a rede socioassistencial, buscando um trabalho mais articulado entre os serviços da rede.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pela Universidade Franciscana.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.