O impacto do diagnóstico de surdez infantil e suas repercussões na vida da criança e de seus familiares

Clarissa Tochetto de Oliveira, Sabrina Daiana Cúnico, Larissa Gonçalves da Cunha, Cristina Saling Kruel, Tania Maria Tochetto

Resumo


Neste artigo, propõe-se a revisar estudos nacionais e internacionais relativos ao impacto do diagnóstico de surdez infantil, ressaltando suas repercussões na vida da criança e de seus familiares. Abordam-se questões referentes à interação entre genitores e seu filho com perda auditiva, a relevância das redes de apoio e a postura dos profissionais da saúde que atuam neste contexto. Conclui-se que o diagnóstico da surdez afeta diretamente toda a família, já que as famílias de crianças diagnosticadas como surdas experimentam mudanças significativas como a sobrecarga sentida pelos pais, a redução do tempo livre, das horas de lazer e do convívio social e a rivalidade fraterna acentuada. Além disso, percebe-se que a maneira como o diagnóstico é fornecido aos pais e mães impacta diretamente na forma como eles irão lidar com a deficiência auditiva do filho. Portanto, entende-se que os profissionais da saúde devam estar atentos e buscar instrumentalizar-se nesta área.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pela Universidade Franciscana.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.