Prática pedagógica de qualidade: a criatividade docente

Suzane Giovelli Martins, Janice Vidal Bertoldo

Resumo


Neste estudo, objetivou-se averiguar as características que perpetuam à práxis criativa dos professores, bem como propiciar aos leitores informações relevantes sobre a criatividade no âmbito da educação formal. Os seres criativos são cada vez mais valorizados pelo mercado de trabalho, pois geralmente são pessoas comprometidas, motivadas e inovadoras que contribuem para o êxito de uma dada sociedade e que representam um diferencial onde atuam. Os professores criativos ministram aulas com um ensino de melhor qualidade. Por isso, questiona­-se: De que maneira a criatividade influencia no planejamento das aulas? Deve-se “alimentá-la” no ensino formal? A pesquisa foi desenvolvida em quatro instituições de ensino dos municípios de Nova Palma e Santa Maria-RS. Os sujeitos envolvidos foram quatro professores dos diferentes níveis de ensino. A abordagem da pesquisa é qualitativa, e a coleta dos dados se efetivou por meio de uma entrevista semiestruturada. Dentre os resultados obtidos, constatou-se que não existe uma definição precisa referente ao termo criatividade, quanto ao poder ou não de se tornar criativo. Assim, conclui-se que a capacidade de criar é algo inerente a todos os seres humanos, por isso que todos podem ser criativos, basta serem estimulados, sendo fundamental o papel da educação.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pela Universidade Franciscana.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.