A psicologia e o processo de adoecimento nos pacientes renais crônicos

Raquel Melchiades da Silva, Roberta Fin Motta

Resumo


Pesquisou-se o processo de adoecimento em pacientes com Insuficiência Renal Crônica (IRC) em programa de hemodiálise, entrevistando sete pacientes. Foram entrevistas narrativas, analisadas pela Análise de Conteúdo. Observou-se que a maioria dos pacientes descobriu a doença por sintomas gerais, sem saber que apresentava IRC. Os sentimentos iniciais foram de negação na maioria dos pacientes. Posteriormente, passaram a adequar-se às exigências da doença, aceitando a nova realidade, as modificações em suas rotinas e as restrições físicas, sociais e ocupacionais. As estratégias de enfrentamento foram tomar consciência da doença, apoiar-se na fé em Deus e buscar auxílio nas redes de apoio. Os pacientes relataram o importante papel desempenhado por seus familiares e pelos profissionais da área da saúde, e a identificação com seus companheiros de tratamento. Percebe-se a importância da Psicologia nesse contexto, com o intuito de melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pela Universidade Franciscana.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.