Uso da terra na microbacia hidrográfica do Arroio Portela, no município de Nova Palma, RS

Gabriela Piovesan, Gislaine Mocelin Auzani

Resumo


O ambiente é caracterizado por ser um meio bastante frágil, suscetível às alterações sociais que vêm ocorrendo no decorrer do tempo. Embutidas neste sistema frágil encontram-se as bacias hidrográficas, locais bastante atraentes à ocupação humana devido à existência de água, sendo os mais alterados de todo o sistema ambiental. Neste estudo, o objetivo foi analisar o uso da terra, assim como reconhecer suas consequências para o arroio Portela. Para melhor entendimento, o estudo partiu do conhecimento atual da sociedade com relação ao meio ambiente. Na sequência, foram feitas pesquisas bibliográficas, elaboração da base cartográfica, e pesquisas de campo envolvendo coletas de informações com a aplicação de um questionário, seguido da documentação fotográfica. Como resultado, verificou-se que a população residente nas proximidades do arroio, na área urbana, apresenta problemas em relação a ele, como: grande quantidade de insetos que surgem nos locais próximos devido à pouca vazão da água em épocas de seca e o mau cheiro. Na área rural da microbacia, observou-se que nas partes mais acidentadas o homem não pôde interferir na natureza, por isso, ainda permanecem preservadas e, em outras áreas, onde o relevo é mais passível de ocupação agrícola, a questão ambiental é ignorada.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pela Universidade Franciscana.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.