Cuidadoras: um relato de estágio em psicologia comunitária

Cristiane Holzschuh Gonçalves, Marília dos Santos Amaral, Monise Gomes Serpa

Resumo


No presente trabalho, apresenta-se um relato de experiência de estágio realizado em uma Estratégia de Saúde da Família (ESF) localizada em Santa Maria-RS. Objetiva-se apresentar uma proposta de atuação em Psicologia Comunitária com mulheres que apresentaram sofrimento psíquico ao cuidar de familiares com doenças crônicas. Participaram deste trabalho quatro mulheres, com idade entre 39 a 74 anos. Foram realizados visitas e atendimentos domiciliares, sendo utilizados roteiro de entrevista semiestruturado, material informativo sobre doenças e diário de campo. Os dados obtidos foram analisados conforme o modelo da Análise de Conteúdo e categorizados de acordo com sentimentos apresentados pelas participantes, como: o ato de cuidar e o sentimento de estresse; a rotina do cuidar e o sentimento de isolamento; o ato de cuidar e o papel feminino e as cuidadoras e o atendimento psicológico. As práticas desempenhadas buscaram diminuir o sofrimento psíquico, fortalecendo o exercício da autonomia e ampliação da rede de apoio. Sugere-se que a atenção em saúde busque práticas terapêuticas/pedagógicas que fortaleçam a capacidade de enfrentamento individual, familiar e comunitário no lidar com o sofrimento gerado pelas consequências psicológicas, sociais e orgânicas no contexto vivido por mulheres cuidadoras.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pela Universidade Franciscana.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.