A inclusão escolar de alunos com necessidades especiais no olhar do município de Restinga Sêca

Celer Teresinha dos Passos Pohlmann, Guacira de Azambuja

Resumo


Nesta pesquisa, objetivou-se verificar como ocorre a inclusão social no município de Restinga Sêca de alunos com Necessidades Especiais. A metodologia foi etnográfica do tipo estudo de caso e teve como  instrumento de coleta de dados uma entrevista semiestruturada com os Educadores Especiais que atuam na rede comum de ensino. Para reforçar os dados, também analisaram-se documentos da Secretaria Municipal de Educação que normatizam a Educação Especial. Verificou-se que a caminhada da Educação Especial no município de Restinga Sêca começou a ser pensada na década de 90, mesmo período da Conferência de Joymtêm. Desde então, os alunos, antes segregados à margem da sociedade, passaram a fazer parte do processo educacional nas escolas em classes comuns de ensino. Identificou-se que o município caminha para a inclusão, adequando-se à legislação vigente, proporciona a inclusão aos alunos com necessidades especiais em classe comum de ensino e, também, busca recursos humanos qualificados para atender às peculiaridades de cada um quando necessário, demonstrando, assim, que o município está comprometido com o processo de inclusão.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pela Universidade Franciscana.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.