Organização do espaço e conflitos ambientais no entorno do reservatório da usina hidrelétrica Dona Francisca, RS

Deina Farenzena, Waterloo Pereira Filho

Resumo


Neste trabalho, analisaram-se as mudanças ocorridas na organização do espaçono entorno do reservatório da Usina Hidrelétrica Dona Francisca. O estudojustifica-se em razão da necessidade de conservação dos recursos hídricos ede planejamento socioeconômico e ambiental das áreas marginais de rios ereservatórios, utilizados para geração de energia elétrica. Os procedimentosmetodológicos foram baseados nas técnicas de Geoprocessamento. Por meiodos materiais cartográficos elaborados, é possível afirmar que, de 1995 a2005, ocorreu a regeneração das florestas em áreas de solo exposto e campos,processo intimamente relacionado à retirada das famílias da área. Entretanto,aplicando-se a Legislação Ambiental, especificamente o Artigo 2º do CódigoFlorestal Brasileiro, pôde-se constatar que o uso da terra no entorno doreservatório, área que deveria ser destinada à preservação permanente, aindanão se encontrava totalmente em consonância com a Legislação Ambiental,sendo possível diagnosticar conflitos ambientais de uso da terra e a presença deárea de culturas, campos e solo exposto.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pela Universidade Franciscana.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.