A comunidade Santa-Mariense e o resgate da memória: história e política (1954-1964)

Daniela Vallandro de Carvalho, Lenir Cassel Agostini

Resumo


Este artigo consiste em uma análise do contexto político regional e suas inter-relações com a política nacional, entre 1954 a 1964, possibilitando um novo olhar sobre a história Santa- Mariense. Assim, evidenciou-se a política nacional desenvolvimentista e sua relação com Santa Maria, enquanto reduto petebista e getulista, refletindo os anseios populares por mudanças reformistas. Os debates eram intensos, não só no legislativo, mas na imprensa, nos clubes sociais, nos cafés, nas praças, enfim no cotidiano dos santa-marienses, traduzindo a efervescência do momento histórico. Nesse contexto, houve especificidades que culminaram na emergência das classes populares, acirrou o embate político entre diversos setores da sociedade, resultando na vitória conservadora. Desse modo, a cidade apresentou um panorama peculiar que proporcionou a articulação local na intervenção civil-militar em 1964.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pela Universidade Franciscana.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.