Educação infantil e psicopedagogia

Rosemari Henn, Carmen Rosane Segatto e Souza

Resumo


Para a psicopedagogia contribuir com a educação infantil. fez-se necessário o esclarecimento sobre o seu campo, e o seu objeto de estudo. Paralelamente, foi indispensável um aprofundamento sobre o desenvolvimento cognitivo da criança nesta faixa etária e, consequentemente. uma maior análise da própria questão do brincar, por ser este um ato, intrínseco à criança desta fase. As constatações feitas em relação à prática psicopedagógica preventiva intervindo na área da educação infantil, deram-se por meio da colababoração nos projetos e propostas políticas educacionais; do acompanhamento do desempenho das crianças; do auxílio aos professores em suas ações educativas no processo de ensino-aprendizagem; das contribuições na comunicação e no dialogo com a família; dos encaminhamentos aos especialistas quando necessário. As conclusões podem servir como ponto de reflexão para os profissionais que atuam na respectiva área. e para aqueles que estão direta ou indiretamente ligados com a educação infantil. a fim de auxiliar e prevenir as dificuldades de aprendizagem

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pela Universidade Franciscana.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.