MINORIDADE: OPÇÃO FUNDAMENTAL DO CARISMA FRANCISCANO

Kleber Moresco, João Henrique Santana

Resumo


Este trabalho, de caráter qualitativo-bibliográfico, apresenta a importância da minoridade para o carisma franciscano. Por muito tempo a minoridade foi compreendida somente como a submissão inquestionada, o que gerou imagens bem diferentes daquelas propostas pelo carisma franciscano. A minoridade é fruto da revelação do sacrifício de Cristo para resgatar a humanidade afundada na sua condição de miséria. Posteriormente à compreensão da experiência de Cristo, cada pessoa pode fazer livremente a opção por viver ou não em minoridade. A minoridade é uma decisão construída por meio da compreensão da mensagem de Cristo; ela supõe a graça sobrenatural, pois não é uma opção natural e corriqueira do ser humano. A prática da minoridade no mundo é um forte sinal da presença transformadora de Cristo. A minoridade modifica a administração dos benefícios recebidos gratuitamente de Deus. A minoridade é capaz de transformar a humilhação do pecado em local de encontro com Deus no rosto de uma outra pessoa, pois desperta a capacidade de sair de si para encontrar alguém que precisa sentir a proximidade de Deus.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37782/thaumazein.v15i30.4069

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Não há custos de publicação e leitura, mas doações são bem vindas.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.