RACISMO: CONSIDERAÇÕES SOBRE UM EXPERIMENTO MENTAL

Maryeli Corrêa Cheiram, Patrícia Santos Albarello, Janaína Pereira Pretto Carlesso, Najara Ferrari Pinheiro

Resumo


O presente artigo trata-se de um experimento mental. O objetivo do estudo é propor a utilização deste experimento como tema gerador a ser trabalhado com crianças da 3ª série da educação básica. A metodologia da pesquisa utilizada é de cunho analítico-descritiva, a qual abre espaço a uma análise reflexiva e construtiva a respeito do racismo. Espera-se obter como resultados, que as crianças possam de alguma forma compreender que existem diferenças entre os seres humanos, mas que é necessário desenvolver o sentimento de empatia pelo outro, dessa forma, respeitando todas as pessoas e compreendendo que o preconceito é errado. Concluiu-se que com a aplicação do experimento será possível aumentar a capacidade de levar o indivíduo a se colocar no lugar do outro Ou seja, a sua capacidade empática, para que assim o preconceito não aconteça.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37782/thaumazein.v12i23.3029

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Não há custos de publicação e leitura, mas doações são bem vindas.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.