A TERCEIRA ONDA E O TOTALITARISMO: ANÁLISE DE UM EXPERIMENTO SOCIAL

Marcos Antunes Kopstein, Diego Carlos Zanella

Resumo


Embasa-se o estudo num experimento social realizado numa escola norte-americana nos anos de 1960 por um professor de história. O experimento tinha por enfoque a disciplina, a ordem e o respeito à hierarquia focalizada na figura do grande líder, o referido professor. Ademais, as semelhanças da experiência realizada no ambiente escolar rememoram grandemente a formação e desenvolvimento de movimentos totalitários do Século XX. Dessa forma, abordam-se os aspectos mais importantes do experimento social, sua construção, seu caráter fortemente manipulatório e suas consequências perniciosas. Ainda, destrincha-se o conceito de totalitarismo e como esses movimentos radicais se formam e alienam as pessoas. Conclui-se o estudo ao realizar um parâmetro acerca do experimento relacionando-o com o totalitarismo e suas agruras. O trabalho fundamenta-se na análise documental, acerca do experimento supracitado, de duas doutrinas de Hannah Arendt (1906-1975), além de artigos científicos que reforçam os estudos, ensejando pesquisa bibliográfica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.37782/thaumazein.v12i23.3028

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Não há custos de publicação e leitura, mas doações são bem vindas.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.