AUTONOMIA DO APRENDIZ NA APRENDIZAGEM DE SEGUNDA LÍNGUA

Gabriela Quatrin Marzari, Yasmim Naif Amin Mahmud Kader

Resumo


Aprender uma nova língua requer motivação e, quando o ambiente da sala de aula não atende aos objetivos do aprendiz, este vê, na autonomia, uma forma de adquirir um conhecimento que vai além daquilo que é ensinado pelo professor. A partir de pesquisas bibliográficas específicas e experimentais, o presente estudo tem como propósito investigar a autonomia do aprendiz de língua inglesa na Educação Básica, observando sua capacidade de pesquisar e buscar meios de aprender fora do ambiente formal da escola, muitas vezes, motivado pelo próprio professor. Ao buscar subsídios em autores como Leffa (2003), Paiva (2006) e Nunan (2000), procura-se discutir, então, a responsabilidade assumida pelo aprendiz em relação à sua própria aprendizagem e, nesse sentido, a contribuição do PIBID no atendimento a esse desafio.

Texto completo:

PDF

Referências


GIMENEZ, T. Permanências e rupturas no ensino de inglês no contexto brasileiro. In: LIMA, D. C. (Org). Inglês em escola pública não funciona? Uma questão de múltiplos olhares. São Paulo: Parábola Editorial, 2011, v., p. 47-55.

HOLEC, H. Autonomy and foreign language learning. Pergamon, 1981.

LEFFA, V. J. . Quando menos é mais: a autonomia na aprendizagem de línguas. In: Christine Nicolaides; Isabella Mozzillo; Lia Pachalski; Maristela Machado; Vera Fernandes.(Org.). O desenvolvimento da autonomia no ambiente de aprendizagem de línguas estrangeiras. Pelotas: UFPEL, 2003, p. 33-49.

NAIMAN, N. et al. The good language learner. Multilingual Matters, 1996.

NUNAN, D. Autonomy in language learning. ASOCOPI 2000, Cartagena, Colômbia, Outubro de 2000.

PAIVA, V. L. M. O. Autonomia e complexidade: uma análise de narrativas de aprendizagem. In: FREIRE, M.M; ABRAHÃO, M.H.V; BARCELOS, A.M.F (Orgs.). Lingüística Aplicada e Contemporaneidade. Campinas e São Paulo: Pontes e ALAB, 2005, p.135-153.

RAJAGOPALAN, K. Vencer barreiras e emergir das adversidades com pleno êxito, sempre com o pé no chão. In: LIMA, D. C. (Org). Inglês em escola pública não funciona? Uma questão de múltiplos olhares. São Paulo: Parábola Editorial, 2011, p. 55-65.

SILVA, A. R. Como tornar-se autodidata [on-line]. Disponível em http://www.agostinhorosa.com.br. Acesso em: 26 de maio de 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM

 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Não há custos de publicação e leitura, mas doações são bem vindas.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.