Educação em saúde a manipuladores de duas unidades de alimentação e nutrição do município de Santa Maria/RS

Danielle Rospide Ghisleni, Cristiana Basso

Resumo


A contínua busca pela qualidade, garantindo alimentos seguros e saudáveis e a crescente competitividade de mercado, faz com que os serviços de alimentação estejam, cada vez mais, preocupados com as Boas Práticas de Manipulação (BPM). Assim, este estudo objetivou aprimorar os conhecimentos de manipuladores de duas Unidades de Alimentação e Nutrição de Santa Maria/RS, em relação às BPM, e avaliar o conhecimento adquirido pelos manipuladores de alimentos após capacitação, no período de julho de 2007. Foi realizada palestra com distribuição de material educativo e consequente avaliação dos conhecimentos adquiridos através de uma prova objetiva. Contou-se com a presença de 12 (doze) participantes, 5 (cinco) em uma unidade e 7 (sete) em outra, resultando em: 25% dos manipuladores (n=3) obtendo resultado “Muito Bom”; 42% (n=5) obtendo resultado “Bom”; 8% (n=1) obtendo resultado “Regular” e 25% (n=3) obtendo resultado “Ruim”. Conclui-se que os treinamentos devem ser propostos continuamente e por tempo suficiente para a adequada promoção de conhecimentos sobre as Boas Práticas de Manipulação, visando à produção de alimentos inócuos e saudáveis.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.