Campanha de Incentivo à Doação de Sangue

Aline Toller, Cristiane Moro, Érico Dornelles, Kelly Zanini, Márcia Bruschi, Valéria Haigert, Juliana Fleck

Resumo


A falta de informação e incentivo causa uma carência de sangue nos hemocentros, gerando preocupação nos profissionais da área da saúde e familiares de pacientes que contam com doadores voluntários. Por isso, a realização de uma campanha, com divulgação e incentivo à doação de sangue, é de extrema importância, não só para esclarecer dúvidas e tabus, mas também para contribuir com a sociedade. Além da Prova Cruzada, o soro do doador é testado para HIV, Hepatite B e C, HTLV e Doença de Chagas. Assim, tanto a doação como a transfusão sangüínea se tornam bastante seguras. O Projeto de doação de sangue foi realizado no Centro Universitário Franciscano (Campus I e II) e no Santa Maria Shopping, na cidade de Santa Maria, tendo foco acentuado em pessoas entre 18 e 65 anos e que atendiam aos requisitos básicos para doação, conforme regulamenta a ANVISA. Além de distribuição de folhetos explicativos, foi realizada coleta de dados por meio de questionários e tipagem sangüínea dos participantes da pesquisa que desconheciam seu grupo sangüíneo. Embora a maioria das pessoas tenham essa informação, notou-se que elas somente se sensibilizam com a falta de sangue nos hemocentros, quando alguém, próximo a elas, necessita de uma transfusão, mas isso deveria ser um ato solidário e rotineiro de todos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.