Incidência da coinfecção HIV-sífilis, na região central do Rio Grande do Sul, detectadas em um laboratório de saúde pública

Juliane Bolzan Dias, Priscila Bolzan Dela Libera, Cláudia Zamberlan

Resumo


Este trabalho refere-se ao estudo da incidência da coinfecção HIV-sífilis na região central do Rio Grande do Sul, abrangendo municípios pertencentes às regiões de saúde Verdes Campos e Entre Rios. Os dados coletados foram resultados de exames realizados pelo Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN) da 4ª Coordenadoria Regional de Saúde. Foi considerada uma coinfecção quando o VDRL apresentou titulação ≥ a 1/16 e os testes de ELISA e Imunoblot foram reagentes. Entre os anos de 2012 a 2015, 6.433 exames para as duas infecções foram realizados pelo laboratório, dentre eles, 0,06% foram positivos para a coinfecção. A ampliação das ações de promoção e prevenção à saúde, acesso ao diagnóstico e tratamento é favorável para que haja redução das taxas de infecções sexualmente transmissíveis.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.